Buscar
  • Luciana Oncken

Presença Digital: como fortalecer sua marca nas redes


Presença digital não é mais assunto do futuro: ela chegou para ficar. Cada vez mais empresas e contas individuais têm garantido seu espaço nas redes como forma de deixar a sua marca digital e garantir reconhecimento de seu público ‒ seja ele interno, no caso de das empresas que querem dialogar com seus colaboradores, ou externo, quando o foco é no cliente.


Mas, afinal, o que é a presença digital? E como a sua empresa pode usá-la para melhorar seu relacionamento e estratégia on-line?



O que é presença digital


Presença digital nada mais é do que modo como a sua empresa se posiciona digitalmente, seja através das redes sociais, site institucional, comunicação com colaboradores, entre outros. Uma presença digital sólida demonstra como e quanto a sua marca é capaz solucionar problemas e oferecer soluções interessantes para seus clientes.


Hoje, a presença conta com um trabalho muito focado em produção de conteúdo e produtos digitais que facilitem a experiência do usuário ‒ o famoso User Experience, ou, como é mais conhecido, UX.


Isso significa que para alcançar uma presença relevante, é preciso contar, entre outras ferramentas e técnicas, com conteúdo de qualidade, site responsivo e uma boa estratégia digital.


Presença digital nas empresas: foco no colaborador


O Brasil é o país da América Latina que mais usa redes sociais, com mais de 140 milhões de usuários ativos, ou seja, 66% da população, segundo estudo feito pela agência britânica We Are Social.


Pensando no ambiente corporativo, isso significa que o seu colaborador está on-line. Por isso, usar as plataformas digitais disponíveis para fortalecer seu relacionamento e engajar sua equipe é uma estratégia essencial dentro da comunicação corporativa.


Hoje, existem diversas formas de aperfeiçoar essa troca on-line e estreitar laços com o seu colaborador a partir de ações dentro do ambiente digital. Mas, o mais importante, é saber mesclar as mídias disponíveis. Isso porque, quanto maior o número de mídias sua marca estiver presente, maior o engajamento do seu público interno. A seguir, listamos algumas das ferramentas e estratégias possíveis.


Instagram e Facebook Corporativo


Atualmente, o Instagram tem mais de 1 bilhão de usuários ativos e cerca de 500 milhões ativos diariamente. O número impressiona. Quando se trata do engajamento, não é diferente: a rede dos Stories tem os melhores índices de engajamento.


No contexto da comunicação interna, vale usar e abusar dos Stories, vídeos no formato IGTV e posts no feed para fortalecer a construção de narrativas com micro storytelling.


Lá, você também pode postar oportunidades de carreira, dia a dia na empresa e behind de scenes (bastidores do trabalho). É uma boa forma de aproximar o funcionário e, até mesmo, recrutar novos talentos.


Essa gama de possibilidades torna o Instagram não apenas uma rede ultra versátil, mas também acessível e poderosa na hora de construir sua marca empregadora.


Já o Workplace, um tipo de Facebook corporativo, funciona bem quando o objetivo é dar protagonismo ao colaborador e gerar troca entre times e líderes de diferentes áreas: lá, o funcionário pode publicar no feed de notícias, compartilhar informações em grupos e participar de bate-papos e lives. E o melhor: todo conteúdo pode ser moderado e revisado pelos administradores.


Boletim diário e newsletter


Os boletins diários e newsletters funcionam muito bem quando o assunto é informar e atualizar. Através dessas pílulas diárias de conteúdo, o colaborador pode ficar à par do que está acontecendo na empresa, reforçando o sentimento de pertencimento e garantindo uma comunicação mais plena entre áreas e projetos.


Para tornar ainda mais divertido, vale convidar funcionários para colaborar com os boletins e promover campanhas de interação. Que tal sugerir o uso de newsletter para pesquisas internas de satisfação dos colaboradores / sugestões para melhorar o ambiente de trabalho?


Outra possibilidade é utilizar essas ferramentas para fortalecer sua presença digital em outras plataformas: falar do seu Instagram, comentar sobre o assunto que bombou no Workplace e convidar o funcionário à ouvir o novo episódio do podcast corporativo que saiu na semana.



Podcasts





Ano após ano os podcasts têm crescido em número de ouvintes. O fato é que, diferente dos vídeos, é muito mais simples acompanhar notícias e se manter informado no dia a dia com conteúdo em áudio.


Um estudo feito pela GateHouse revelou que 57% dos entrevistados corporativos desejam impulsionar seus investimentos na área de podcasts. O levantamento também mostrou que o uso dos podcasts se superou ao uso dos vídeos quando o assunto é fornecer informações aos colaboradores.


Uma estratégia interessante é usar essa ferramenta como forma de disseminar a cultura e modo de operar da empresa. Além disso, é possível veicular campanhas de conscientização no ambiente de trabalho, principalmente no que diz respeito à saúde e segurança do funcionário no dia a dia.


E aí? Qual dessas ferramentas faz mais sentido para a sua empresa? Aqui na Banca de Conteúdo oferecemos diversas soluções para te ajudar a alcançar seu objetivo e fortalecer sua presença digital. Fale com a gente através do: contato@bancadeconteudo.com.br e conheça nossas possibilidades.


texto de Maria Luiza Machado Miserochi




9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo